Como estudar para a prova com filmes e séries


Na jornada para o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), filmes e séries podem ser bons aliados durante o momento de pausa nos estudos.

Para professores, as histórias ampliam o conhecimento em diversos assuntos da sociedade, o que pode ajudar na construção de relações e reflexões com os temas trabalhados nas aulas.

Segundo Diogo Mendes, professor de literatura da plataforma Descomplica, as histórias trazem muitas vantagens.

“É totalmente possível o estudante ampliar a sua rede de estudos por meio de obras do audiovisual, que também podem atuar como ferramentas didáticas, aumentando o seu repertório cultural, possibilitando entender melhor certos textos, contextos, estabelecer conexões entre diferentes áreas do conhecimento, além de adquirir embasamentos argumentativos, que podem ser usados a favor de diferentes temas de redação”, diz.

O professor do Descomplica dirige o Clube Cultural, um espaço do cursinho no qual semanalmente são realizados debates e aulas sobre filmes e séries com os alunos.

Cada vez mais o Enem cobra a bagagem cultural e de mundo dos estudantes, por isso o aluno precisa pensar fora da caixa e entender que tudo o que o cerca pode ser revertido para a resolução de diferentes situações problema.”
Diogo Mendes, professor de literatura da plataforma Descomplica

Para o Enem, Diogo Mendes recomenda séries como “Explicando” e “Guerras do Brasil.Doc”, ambas da Netflix.

“A primeira passeia por um assunto novo a cada episódio, sempre de forma leve e instrutiva. A segunda é importante para uma maior compreensão do curso da história brasileira ao apresentar narrativas e argumentos de autoridades que elucidam alguns dos acontecimentos mais conflitantes do nosso país”, avalia.

O professor também indica o filme “AmarElo: É Tudo pra Ontem”, concebido e protagonizado pelo rapper Emicida.

“Apresenta uma estrutura muito parecida com a da prova do Enem, ou seja, interdisciplinar, transitando pela música, literatura, história, sociologia, filosofia, arquitetura e até agricultura.”

emicida - Divulgação - Divulgação

Emicida no documentário da Netflix “AmarElo – É Tudo pra Ontem”

Imagem: Divulgação

Mas como estudar com obras audiovisuais? Segundo Daniel Cecílio, diretor pedagógico do Curso Pré-Vestibular da Oficina do Estudante de Campinas (SP), o aluno pode inserir na sua grade semanal de estudo um espaço para assistir a filmes e séries, em horários de lazer, almoço/jantar ou descanso.

Para ele, a melhor forma de estudar com histórias é ter em mente como aquilo pode ser cobrado no vestibular. “Uma das dicas é assistir a esses programas com um caderno e lápis na mão, para fazer anotações do que pode ter uma relevância para os vestibulares”, afirma.

No entanto, Cecílio ressalta que esse conteúdo deve ser visto como um complemento ao estudo tradicional e ao material didático. “O maior cuidado é o de não confundir essa estratégia de estudo com um simples momento de lazer. É fundamental ter um gerenciamento adequado do tempo que será destinado a esse tipo de atividade para não atrapalhar os estudos tradicionais.”

Mendes indica ainda a necessidade de aprofundar a temática e tentar construir novas reflexões sobre o assunto abordado pelo filme ou série.

“É preciso assimilá-los não apenas como produtos de entretenimento, mas também adotar perante a obra um maior engajamento, por meio de anotações, pesquisas na internet sobre o assunto abordado ou debate com amigos, a fim de estimular a reflexão e o pensamento crítico.”

Confira uma lista de filmes e séries indicados como apoio aos estudos.

explicando - Divulgação - Divulgação

“Explicando”, série de filmetes sobre temas variados

Imagem: Divulgação

“Explicando” (2018)

Série da Netflix de pequenos documentários, com menos de 20 minutos. Situada nos dias atuais, a série explora temas tão variados como a ascensão das moedas digitais, a razão do fracasso das dietas e o mundo selvagem do K-Pop. Destaque para os episódios “Politicamente Correto”, “Monogamia” e “A Diferença de Riqueza entre Brancos e Negros”.

“Cosmos” (2014)

Nesta série, o astrofísico Neil deGrasse Tyson apresenta revelações sobre o tempo e o espaço. É uma continuação da série de 1980 que foi apresentada por Carl Sagan e, como a primeira, tem como objetivo explicar como o universo funciona para uma audiência ampla.

“Resistance” (2014)

Este documentário vai fazer você ligar (e até ficar com um pouco de medo) das chamadas “superbactérias”. O filme explora o declínio na eficácia dos antibióticos, o nosso frequente abuso de medicação e conta a história de muitas pessoas que perderam entes queridos por causa do surgimento de novos micróbios resistentes aos nossos remédios.

black mirror - Reprodução / Internet - Reprodução / Internet
Imagem: Reprodução / Internet

“Black Mirror” (2011)

Depois de tantos documentários, uma série de pequenos e intensos contos de ficção em que a tecnologia ocupa lugar central, embora as histórias sejam sempre sobre relações humanas. Apesar de ambientados no futuro (próximo ou distante), os episódios podem ser uma ferramenta poderosa para repensarmos como vivemos hoje.

“O Dilema das Redes” (2020)

Especialistas em tecnologia e profissionais da área fazem um alerta: as redes sociais podem ter um impacto devastador sobre a democracia e a humanidade.

dilema redes - Reprodução - Reprodução

Cena de “Dilema das Redes”, sobre seu impacto na humanidade

Imagem: Reprodução

“Life” (2009)

Do diretor David Attenborough, famoso naturalista britânico que realizou diversos programas sobre o tema, “Life” é uma série sobre a imensa variedade da vida na Terra e as táticas geniais que os animais e as plantas desenvolveram para sobreviver.

“Adeus, Lênin” (2002)

Em 1989, pouco antes da queda do Muro de Berlim, uma senhora passa mal, entra em coma e fica desacordada durante os dias que marcaram o triunfo do regime capitalista. Quando ela desperta, em meados de 1990, Berlim Oriental está sensivelmente modificada, mas seu filho, temendo que a excitação causada pelas drásticas mudanças possa prejudicar a saúde dela, decide esconder os acontecimentos.

“Uma Verdade Inconveniente” (2006)

O ex-vice-presidente dos Estados Unidos Al Gore apresenta uma análise da questão do aquecimento global, mostrando os mitos e equívocos existentes em torno do tema e também possíveis saídas para que o planeta não passe por uma catástrofe climática nas próximas décadas.

ilha das flores - Divulgação - Divulgação

Curta “Ilha das Flores”, dirigido por Jorge Furtado

Imagem: Divulgação

“Ilha das Flores” (1989)

Um ácido e divertido retrato da mecânica da sociedade de consumo. Acompanhando a trajetória de um simples tomate, desde a plantação até ser jogado fora, o curta brasileiro escancara o processo de geração de riqueza e as desigualdades que surgem no meio do caminho.

“Tempos Modernos” (1936)

Um operário de uma linha de montagem, que testou uma “máquina revolucionária” para evitar a hora do almoço, é levado à loucura pela “monotonia frenética” do seu trabalho. O filme retrata a vida urbana no ano de 1930, demonstrando os modos de produção industrial baseados na divisão e especialização do trabalho na linha de montagem. Dirigido por Charles Chaplin.



Fonte

Com professores super atenciosos, o cursinho me abriu uma porta para o futuro e agora estou na melhor universidade do Brasil Rebeca Nilsen, aprovada na USP

Galileo Vestibulares | Área do Aluno

X