Professores questionam três questões do Enem 2020


Os professores do colégio Oficina do Estudante e do Sistema Poliedro, que realizaram a correção comentada do Enem 2020, questionam três questões do segundo dia de provas. Os itens são de Ciências da Natureza e Matemática, provas aplicadas ontem, 24 de janeiro.

O Colégio Oficina do Estudante aponta que a questão 143 do caderno rosa (141 do amarelo; 156 do cinza; 157 do azul) possui uma resolução inviável. A questão de Matemática envolve probabilidade em uma brincadeira de amigo secreto. Apesar de o gabarito possivelmente ser a letra “B”, há uma maneira de responder a pergunta que não corresponde a nenhuma das alternativas.

De acordo com o Poliedro, a questão 118 do caderno cinza (95 do rosa; 105 do azul; 133 do amarelo) contém duas possibilidades de resposta: letra “A” ou “D”. O item de Física aborda o aumento de consumo de energia de um refrigerador e envolve conhecimento da Lei de Fourier.

O Poliedro recomenda a anulação da questão 129 do caderno cinza (94 do rosa; 114 do amarelo; 135 do azul), que cobra conhecimento de Genética. Segundo o professor de Biologia, a questão possui problemas em seu enunciado e nenhuma das alternativas de resposta está correta. O Oficina também aponta erros nessa questão, embora tenha marcado a alternativa “A” como a certa.


Gabarito

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) ainda não se pronunciou sobre possíveis questões anuladas. O gabarito oficial das provas impressas do Enem 2020 será divulgado na próxima quarta-feira, dia 27. O gabarito extraoficial pode ser acessado aqui no Brasil Escola.

Acesse o gabarito extraoficial do Enem 2020

As provas digitais serão aplicadas nos próximos dois domingos, 31 de janeiro e 7 de fevereiro, para cerca de 96 mil estudantes. O gabarito oficial deve sair no dia 10 de fevereiro.

Não pare agora… Tem mais depois da publicidade 😉

Como foi o Enem 2020

A edição de 2020 do Enem ficou marcada pelo recorde no número de ausentes. No primeiro dia, 17, a abstenção ficou em 51,5%, e no segundo dia, 55,33%. O ministro da Educação, Milton Ribeiro, culpou a pandemia e a imprensa por mais da metade dos inscritos não comparecer às provas. 

Apesar das salas vazias em muitos locais de provas, alguns participantes foram impedidos de fazer o Enem devido à lotação de mais de 50% de algumas salas. Além disso, a situação de pandemia fez as provas serem canceladas no Amazonas e dois municípios de Rondônia (Espigão D’Oeste e Rolim de Moura).

Em relação ao conteúdo do exame, em geral ele foi elogiado por professores. A prova impressa do Enem 2020 manteve o nível dos anos anteriores e confirmou a tendência de questões que relacionam as disciplinas com situações do cotidiano dos estudantes. O tema da redação foi “O estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira”.

Reaplicação

Nesta segunda-feira, 25, começa o prazo para solicitar reaplicação das provas impressas do Enem 2020. Ele encerra na sexta-feira, 29. Serão aceitos os pedidos dos seguintes participantes:

  • Diagnosticados com Covid-19 ou outra doença infectocontagiosa após 16 de janeiro e que não compareceram ao primeiro dia de provas.
  • Prejudicados por problemas logísticos.

Os participantes que tiverem as solicitações aprovadas participarão da reaplicação do Enem 2020 em 23 e 24 de fevereiro, mesmas datas da aplicação para privados de liberdade (Enem PPL).

O resultado do Enem 2020 será divulgado no dia 29 de março.



Fonte

Com professores super atenciosos, o cursinho me abriu uma porta para o futuro e agora estou na melhor universidade do Brasil Rebeca Nilsen, aprovada na USP

Galileo Vestibulares | Área do Aluno

X