PSOL pede que ministro seja ouvido em Comissão da Câmara


Deputados do PSOL protocolaram um pedido de convocação do ministro da Educação, Milton Ribeiro, na Comissão de Educação da Câmara. A intenção é de que o chefe da pasta explique a crise no Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira).

Os parlamentares também justificam a necessidade de esclarecimento sobre a “criação de uma espécie de tribunal ideológico” que “estabelece critérios permanentes de análise das provas do Enem”. Entre os critérios estariam o respeito a “valores cívicos, como respeito, patriotismo” e a vedação a “questões subjetivas” e que afrontem “valores morais e éticos em que se fundamenta a sociedade.”

Os deputados também afirmaram que o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) tem sido prejudicado por uma “gestão desastrada por parte do MEC”, marcada por “ineficiência, irresponsabilidade e arroubos autoritários”

“São fatos graves, que requerem esclarecimentos urgentes por parte do Sr. Ministro de Estado da Educação a esta egrégia Comissão, inclusive para que seja resguardado o direito à educação (inscrito no art. 6° da Constituição Federal) aos quase 3 milhões e 400 mil inscritos na próxima edição do Exame”, finaliza o pedido.

O Requerimento de Convocação é assinado pelos membros da Comissão de Educação Talíria Petrone,(RJ), Glauber Braga (RJ), Ivan Valente (SP) e Sâmia Bomfim (SP).

Servidores pedem demissão

Ao todo, 33 servidores do Inep pediram exoneração de seus cargos hoje. Desses, 29 trabalham em áreas ligadas ao Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e 22 são coordenadores.

O UOL apurou que os pedidos de demissão acontecem para pressionar a saída do atual presidente do órgão, Danilo Dupas.

A debandada acontece a menos de um mês da prova, que será realizada nos dias 21 e 28 de novembro. Segundo os servidores, a prova está pronta, mas processos feitos durante e após a aplicação do exame podem ser prejudicados com as demissões, como a divulgação das notas.

Hoje, a Frente Parlamentar Mista da Educação também protocolou na Comissão de Educação um requerimento para convocar o presidente do Inep Danilo Dupas. Segundo informou o presidente da Frente Parlamentar, deputado federal Professor Israel Batista (PV-DF), também será enviado um pedido de informações para o Instituto e para MEC (Ministério da Educação) sobre os últimos acontecimentos.



Fonte

Com professores super atenciosos, o cursinho me abriu uma porta para o futuro e agora estou na melhor universidade do Brasil Rebeca Nilsen, aprovada na USP

Galileo Vestibulares | Área do Aluno

X