SiSU na UFES: notas mínimas e pesos do Enem, vagas, cotas


Desde 2017, a Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) tem o Sistema de Seleção Unificada (SiSU) como a única seletiva para a entrada de novos estudantes nos cursos de graduação presencial.

Antes de aderir integralmente ao SiSU, a instituição realizava um vestibular no primeiro semestre e participava apenas da segunda edição anual do SiSU. Atualmente, a UFES oferece vagas no SiSU para os dois semestres do ano.

Como é a seleção

Os estudantes que fizeram as provas do último Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) devem se inscrever na página do SiSU, durante o período de inscrições divulgado pelo Ministério da Educação (MEC). Geralmente, as inscrições são realizadas em janeiro e junho.

Já os critérios de classificação são estipulados pela UFES. Para concorrer a uma vaga na universidade, o estudante não pode ter zerado nenhuma das provas do Enem, incluindo a redação. 

Quem atende a esses critérios fica apto a concorrer na seletiva e deve conferir no Termo de Adesão ao SiSU, divulgado no site da universidade, quais são as provas do Enem com maior peso no curso escolhido.

Exemplo: Para concorrer a uma vaga no curso de Direito, a nota da prova de Ciências Humanas e suas Tecnologias tem peso 5 e é a mais relevante para o candidato. Já para o curso de Engenharia Civil a nota mais importante é a da prova de Matemática e suas Tecnologias, também com peso 5.

Não pare agora… Tem mais depois da publicidade 😉

Resultado 

Os candidatos inscritos no SiSU devem conferir o resultado divulgado na página do sistema e, se forem selecionados, devem procurar a UFES para a realização dos procedimentos de matrícula. 

Os não selecionados na primeira chamada podem se inscrever, ainda na página do SiSU, na lista de espera. As demais chamadas devem ser acompanhadas no site da UFES.

Vagas e Cotas

A oferta anual da UFES é de, aproximadamente, 4,5 mil vagas nos cursos de graduação presencial, nas cidades de Vitória, Alegre e São Mateus. As vagas são distribuídas quase igualmente entre os semestres, no entanto, a edição de primeiro semestre oferta cerca de 100 vagas a mais.

A Lei de Cotas, com reserva de metade das vagas para estudantes que fizeram o Ensino Médio em Escolas públicas, é utilizada pela universidade. Entre as vagas para cotistas, há porcentagem para os candidatos de baixa renda e autodeclarados pretos, pardos e indígenas. A Ufes também reserva vagas para pessoas com deficiência (PcD).





Fonte

Com professores super atenciosos, o cursinho me abriu uma porta para o futuro e agora estou na melhor universidade do Brasil Rebeca Nilsen, aprovada na USP

Galileo Vestibulares | Área do Aluno

X