Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas: curso e profissão


A área da Tecnologia da Informação (TI) é uma das mais promissoras do mercado. Praticamente todas as empresas dependem de um sistema informatizado para desenvolver suas funções e conseguir atender a demanda de clientes. Dentro deste cenário, o profissional de Análise e Desenvolvimento de Sistemas tem um importante papel.

O tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas é o profissional responsável por desenvolver sistemas informatizados, criar programas de acordo com a necessidade do cliente, analisar e administrar banco de dados, desenvolver a arquitetura de um software, entre outras funções.

Por meio do trabalho desses profissionais, problemas podem ser detectados nos sitemas das empresas e a segurança dos dados pode ser melhorada. Os analistas de sistemas também têm o conhecimento para a criação de softwares que otimizam o trabalho e a produção de uma empresa ou indústria, como programas, sistemas e/ou aplicativos.

Além dos softwares*, o analista também trabalha com hardwares**. Eles projetam e implantam os melhores equipamentos de TI e técnicas para que todo o trabalho digital seja feito com a melhor eficiência possível.

*Software: programas, aplicativos e sistemas presentes nos aparelhos digitais.

**Hardware: parte física, peças e aparelhos que são conectados aos outros aparelhos digitais.

Perfil do estudante

Os interessados no curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas precisam gostar muito de tecnologia e computação. Ter uma base de linguagens de programação também ajuda o estudante durante o curso.

Outras qualidades úteis para o curso são o espírito empreendedor, paciência e persistência, responsabilidade, aptidão para trabalhar em grupo, pensamento estratégico e a capacidade de organizar ideias.

O Curso

A formação em Análise e Desenvolvimento de Sistema é uma graduação tecnológica, com duração de 2 anos, e oferecida nas modalidades de curso presencial e de ensino a distância (EaD).

Durante o período de formação, o estudante é estimulado a praticar as atividades referentes à profissão para que já chegue ao mercado de trabalho pronto para atuar. Um dos principais objetivos do curso é preparar o estudante para a criação de softwares que levem boas experiências ao usuário.

Entre as disciplinas estudadas está a linguagem para programação, algoritmos, desenvolvimento de sistemas, segurança na web, banco de dados e muitas outras.

Veja um exemplo de disciplinas da grade curricular para o curso:

  • Análise de Sistemas Orientada a Objetos
  • Banco de Dados
  • Desenvolvimento de Software para Internet
  • Empreendedorismo
  • Engenharia de Software
  • Estatística
  • Fundamentos de Redes Dados e Comunicação
  • Fundamentos de Sistemas Operacionais
  • Gerenciamento de Projetos de Software
  • Linguagem e Técnicas de Programação
  • Lógica
  • Matemática para Computação
  • Organização de Computadores
  • Princípios de Sistemas de Informação
  • Projeto de Interface com o Usuário

Não pare agora… Tem mais depois da publicidade 😉

Mercado de Trabalho

A demanda por profissionais da área tem sido cada vez maior. As empresas, de diversos segmentos e portes, têm investido cada vez mais no setor de Tecnologia da Informação para a melhora dos sistemas de trabalho.

O desenvolvimento de sistemas informatizados faz parte das estratégias de empresas para ampliação de seus negócios e, além disso, o setor de tecnologias evolui diariamente, fazendo com que a necessidade de profissionais que entendam do assunto seja maior.

Geralmente, além de empresas que possuem esses profissionais internamente, os analistas de sistemas são contratados em empresas de tecnologia para prestação de serviços, instituições de ensino para desenvolver sistemas de contato com alunos e muitos outros.

Os analistas de sistemas também podem trabalhar de forma autônoma (freelancer) desenvolvendo sua própria empresa de prestação de serviços na área. Eles podem, inclusive, trabalhar em casa (home office) desenvolvendo sistemas para empresas nacionais e estrangeiras.

Atualmente, a área da Tecnologia da Informação (TI) representa cerca de 7% do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil. A estimativa é que nos próximos anos esse índice passe dos 10%, o que significa uma boa oportunidade para crescimento profissional dos analistas de sistemas e demais profissionais da área.

A média salarial para os analistas de sistema varia de acordo com a região, mas o valor é aproximado de R$ 3,8 mil reais.





Fonte

Com professores super atenciosos, o cursinho me abriu uma porta para o futuro e agora estou na melhor universidade do Brasil Rebeca Nilsen, aprovada na USP

Galileo Vestibulares | Área do Aluno

X